Comunicação e revolução não violenta

A violência passiva alimenta a violência física. Como apagar um incêndio sem deixar de alimentar o fogo? Há que cessar primeiro a violência passiva. E qual a mudança que eu (também você e cada ser humano) gostaria de ver acontecer no mundo? Porque é isso que devemos nos tornar, sem esperar o outro ser humano começar. Ter…

Revolução dialógica

(em construção) Tá, aí você me diz que acreditava na revolução pacífica, mas de uns tempos pra cá vem mudando de ideia. Isso quer dizer que vais pegar em armas? Que vais abrir mão da sua rotina pra fazer um algo que nem se sabe direito o que é? Que vais sair gritando e xingando todxs…

A beleza no silêncio

(em construção) Existe um provérbio popular muito antigo que afirma serem duas pessoas verdadeiras amigas quando elas, em silêncio, não se constrangem. Mas elas não seriam tão profundamente amigas se não fossem as palavras compartilhadas previamente. Palavras faladas e escritas são importantes pra construirmos a nós mesmos, seja ouvindo, seja falando (sim, você também vai se…

Vamos falar sobre sexo?

(Em construção) Sentimos vergonha em dizer que nos masturbamos, ainda mais para uma rede de desconhecidos.  Mas sinceramente.. temos que passar a tratar o assunto com a naturalidade e sem a erotização que merece. É natural se masturbar. Não é natural falar sobre isso, mas deveria ser. O sexo e, portanto, a masturbação, não deve…

Do caos à lama

(em construção) O que motiva uma pessoa de poder de uma nação decidir por medidas que vão contra o desenvolvimento de sua própria nação? Para além do individualismo, será que existe algum sentimento de desamor? De rejeição? Uma falta de empatia com os próprios contemporâneos? Uma falta de sentimento de grupo? Quem é seu ingroup…

Palavras escritas

(lendo e revisando) Problemática: as palavras não conseguem transmitir o real significado dos sentimentos e do que algo realmente é, por mais inanimado que seja aquilo que existe e se tenta explicar. Mas é através das palavras que podemos construir conhecimento, inclusive filosófico. É através da conectividade entre as palavras minhas, das pessoas e da…

Que as particularidades se respeitem

(em construção, precisando de revisão..) Vou dizer pra pai que acordei de meio dia? Hunm.. ele merece saber quem eu realmente sou. O que ele pode fazer além de se sentir frustrado com a minha aparente preguiça? Sim, porque quem gosta de dormir carrega o estereótipo de ser preguiçoso, de não viver a vida. Mal…

Nem oprimido, nem opressor

Esta reflexão tive caminhando, indo meditar e capoeirar em um parque lindo aqui perto, na Primavera cheia de vida, num dos raros dias ensolarados. E me inspirei em duas pessoas, principalmente. O admirabilíssimo Paulo Freire e um recente amigo com o qual já criei profunda estima, Aécio. Nem oprimido, nem opressor. Não me lembro exatamente…

O que pensas quando caminhas?

Andando pelas ruas de Oxford, observo as pessoas, o chão, o céu, os pássaros. Construções e seus detalhes. Pessoas que estão caminhando sozinhas e suas feições. Como andam? Para onde olham? Elas se mexem muito? Elas parecem confortáveis? Estarão pensando em assuntos pessoais ou em como os outros estão olhando pra elas enquanto andam na…

Fome no interior

Pensar profundo.. não raso. Aprofunde-se! Por que João morreu? Morreu de fome. Mas como alguém pode morrer de fome? Biologicamente ele não conseguiu consumir a quantidade de calorias e nutrientes mínimos diários por um certo tempo e o seu corpo teve um colapso, começando com a falência dos rins, do coração. Ou, mais frequentemente, ele…

Sentir uma reflexao

Como sentir uma reflexao? Mas, primeiramente, por que sentir uma reflexao?